quinta-feira, 26 de março de 2009

Revolução Cubana vira motivo de chacota no Fantástico



(Texto postado no www.vibeflog.com/ellenzinha7272 em 16/03/09)


Não é a primeira vez que a grande mídia fala de Cuba, Ernesto Che Guevara e Fidel Castro de forma tendenciosa. Há um tempo a revista Veja fez reportagens (de capa, diga-se de passagem) falando mal do Che e outra falando mal do Fidel quando este foi afastado de seu posto político por problemas de saúde. Quem me conhece um pouco sabe que sou fã do Che Guevara, mas sabe também que não sou burra e não defendo ninguém cegamente. Sei dos seus defeitos e dos erros que cometeu, mas nem por isso deixo de admirar o grande homem de princípios que ele foi.
Bem, mas essa postagem tem por objetivo falar da reportagem do dia 15 de março do Fantástico onde o humorista do Casseta e Planeta, Marcelo Madureira foi para Cuba teoricamente mostrar as comemorações dos 50 anos de revolução. Disse teoricamente porque nenhuma comemoração foi mostrada, tão pouco nenhuma homenagem foi feita, muito pelo contrário.
Para começar, por que ao invés de um repórter mandaram um humorista? Pra mim isso se chama falta de respeito. Se fosse outro país tenho certeza que uma data tão significativa seria tratada com seriedade e não com chacota. A única coisa de útil foi ele ter dito que Cuba passa por dificuldades devido ao bloqueio econômico feito pelos Estados Unidos (apesar de ter sido apenas um comentário sem nenhuma explicação mais complexa).
Além de ter mostrado apenas lugares feios do país (é como fazer uma reportagem sobre o Brasil e só mostrar as favelas), o humorista (muito sem graça, por sinal) fez comentários muito idiotas:
“A capital de Cuba é Havana, não Nova Iorque”. Sinceramente, não entendi direito até agora =S.
“Cuba é a Disneylândia da esquerda mundial; o Mikey é o Fidel”. ¬¬ Deu vontade de voar na cara dele, sério...
“Após a revolução cubana Che Guevara abandonou o país e montou uma fábrica de camisetas”. Essa piada é velha (o Edem ficava falando isso só pra me encher o saco rsrs). Se ela tivesse sido dita em um programa humorístico eu iria relevar, mas dita no Fantástico ela se torna (mais) maliciosa. Explico: a grande massa assiste ao “show da vida” para se informar e muitos acham que tudo o que é dito lá é verdade absoluta (apesar de não ser, não mesmo!). Por trás de uma piadinha aparentemente despretensiosa, está um grande propósito que a mídia há certo tempo vem tentando concretizar: desmitificar e ridicularizar Ernesto Che Guevara, desconstruindo sua imagem de herói e mostrando apenas seus erros. É claro que não afirmo isso baseada apenas na reportagem de ontem, ela apenas ajuda a confirmar minha teoria.
“Eu tentei conversar com Fidel, mas me informaram que depois do almoço ele estava descansando em coma” . Isso que é humor negro!
“Pra não dizerem que vim para Cuba e não comi ninguém” . Disse isso sentado ao lado de duas velhinhas... Aff! Sem comentários...
Como se não bastasse toda cagada que já tinha feito, Marcelo achou um velho barbudo, meio tantam das idéias ou que estava bêbado, e disse que ele era o Che Guevara ¬¬. O velho gostou de aparecer e a reportagem terminou com os dois cantando “Hasta Siempre Comandante Che Guevara”, e Madureira com aquela cara de bunda de sempre...
Agora, uma coisa achei interessante: não mostraram nenhum vídeo de internauta falando dessa reportagem. Sinal que as pessoas não gostaram pois é lógico que eles não colocariam no ar um vídeo de alguém criticando. Eu queria saber o que as outras pessoas acharam... Comenta aí, vai... Hasta luego...


Alguns comentários interessantes que completam o texto:


glaucosilva escreveu:18/03/2009 8:34

"putz.non vou comentar porque estou sem Tv...=[mas uma coisa: não se estresse por isso.Quanto a xacota feita por um país ao outro, todos os países infelizmente fazem isso, alguns nem xacota fazem, fazem xenofobia:Há anos atrás eu soube que em alguns lugares da Alemanha havia cartazes do tipo: Salve a amazônia, mate um brasileiro!Relaxa Ellen!


"ellenzinha7272 escreveu:20/03/2009 10:57

"Querido Glauco, eu me revolto sim com isso, porque não se trata só de xenofobia. Não é apenas um preconceito de um país para com o outro, tampouco uma brincadeira humorística de mau gosto. Como eu disse, se a mesma reportagem tivesse passado em um programa humorístico eu não teria "me estressado". Mas o problema é ter passado em um programa jornalístico de grande credibilidade que é visto como verdade absoluta pela massa. E não foi qualquer país, foi Cuba, praticamente o único país socialista do mundo (porque a China não tem nada de socialista...). A Globo só fala do lado negativo de Cuba, da pobreza, da ditadura, dos fugitivos... Mas não deixa claro que a pobreza de Cuba é devido ao bloqueio econômico que os Estados Unidos insistem em manter. E para que? Mesmo com dificuldades econômicas Cuba tem umas das melhores escolas do mundo (todas públicas), tem hospitais de qualidade que atendem a população (todos públicos), não tem moradores de rua e mesmo a alimentação sendo precária, todos tem alguma coisa para comer. Imaginem então se não existisse o bloqueio econômico? Cuba seria um dos melhores lugares do mundo para se viver (como é o caso da Finlândia hoje, que apesar de não ser socialista tem uma distribuição de renda mais justa que os demais países capitalistas) com oportunidades iguais para todos (já que a educação toda do país é pública) e menor desigualdade social. Isso não é interessante para os EUA pois poderia gerar um movimento de revolta mundial. Já pensou se todos os pobres do mundo resolvessem exigir seus direitos e fizessem revolução? Seria o fim do capitalismo. Mas é claro que isso NUNCA vai acontecer, pois quem tem dinheiro e poder não permite que isso aconteça controlando e distorcendo as informações, por exemplo. É isso que a Globo, a Veja e toda a grande mídia faz... Para eles, quanto mais pessoas apáticas e sem senso crítico, melhor.


"Edem escreveu:20/03/2009 13:23

"A Revolução Cubana está acima das visões tendenciosas da Rede Globo... Uma rede de TV que apoiou e foi PORTA VOZ do REGIME MILITAR não merece ser levada a sério. CHE GUEVARA não morreu de fato. Ele está em cada brasileiro que EXIGE JUSTIÇA, ele está em mim e na alma da ELLEN, ele é cada habitante deste mundo que nao suporta o atual estado de coisas, este caos da desigualdade e injustiça humana...A grande mídia sempre qd pode fala bobagens sobre a REVOLUÇÃO. Mas omite as causas deste movimento lindo... A elite tem MEDO de fato de revoluções... Por isso é bom mesmo q faça chacota.... Mas mesmo assim MUDAREMOS O MUNDO...Eu e a Ellen vamos começar...Quem nos seguirá?Abraços..."


É isso aí: "Hasta la vitória, siempre!"

quarta-feira, 25 de março de 2009

Para que blog?

Era o que eu me perguntava quando postava no meu flog. Eu reunia em um só espaço fotos, textos e músicas. Mas o problema é que os demais usuários.... Bem, digamos que não são muito cultos. Ah, sem elfemismo: eles não lêem! E o único comentário que sabem fazer é: "seu vibe tá show, passa no meu?". Pois é, cansei dessa vida de viber e decidi (depois de muitas pessoas me falarem e eu muito pensar a respeito) me tornar uma blogueira.

Para quem estiver interessado, o endereço do meu flog é: http://www.vibeflog.com/ellenzinha7272

Tem vários textos lá. Mas agora, meus próximos textos estarão aqui =)



Um pouquinho mais sobre mim: Sou uma pisciana. Piscianos não são muito normais. Alguns são até revolucionários, imaginem só! E eu sou um deles ^^. Não consigo ver as coisas com esse conformismo que as demais pessoas estão habituadas... Sou curiosa, questionadora, pensadora... Acho que uma vida tem mais importância que todos os bens materiais do mundo. Vejam só que absurdo, em pleno capitalismo selvagem em que vivemos! Pois é, avisei que não sou muito normal...



A proposta desse blog é: escrever sobre qualquer assunto que me der vontade, qualquer coisa que eu considere interessante e ache que valha a pena compartilhar com outras pessoas. Em especial, assuntos que geralmente não são muito comentados pela mídia e que, ao serem comentados, são distorcidos por ela.



Como assim "Para mudar o mundo..."?: Ninguém muda o mundo sozinho, mas qualquer um é capaz de ter idéias e sonhos. E divugá-los. A intenção de divulgar minhas idéias, pensamentos críticos não é convencer ninguém, mas levar à reflexão, e apartir de tal reflexão, surgem novas idéias... E as idéias podem sim, mudar o mundo. Como disse Raul Seixas: "sonho que se sonha só é apenas um sonho que se sonha só; sonho que se sonha junto é realidade".