quarta-feira, 30 de março de 2011

Vitória da Autencidade Feminina

Todo mundo tem direito a alguma futilidade. Tem gente que gosta de futebol, eu confesso: gosto de Big Brother. Desde o primeiro. Algumas edições foram ridículas, como a do ano passado por exemplo, mas gosto de ver para observar o comportamento das pessoas. É interessantíssimo observar o outro. Mesmo sendo um programa sem muito conteúdo cultural, de passar na Globo que é super manipuladora... eu não resisto em dar um espiadinha rsrs...
O BBB 11 foi o melhor de todos! Ele conseguiu algo inovador: uma mulher bonita, autêntica, até meio safada, ganhar o programa. Maria terminou o que a Priscila do BBB 9 começou. E isso sem nenhuma pretensão. Ela só foi ela mesma, fez tudo que quis fazer, o que devia e o que não devia e conquistou as pessoas com seu jeito inocente. Inocente por não ter maldade no coração, não guardar raiva de ninguém. Acompanhei o programa e nunca vi ela falando mal dos outros (ah não ser algumas vezes do Mau Mau, com razão né, desabafando). Se eu tivesse lá, ia meter o pau! Rsrs... Nada pra fazer, crítica do jeito que sou, ia acabar saindo de lá com fama de fofoqueira rsrs...
Correndo atrás de Maurício, se arrastando por alguém que não tava nem aí pra ela, Maria mostrou a face da mulher que ninguém quer ser, todas nos envergonhamos, mas que todo mundo é, ja foi ou vai ser um dia. Ela disse: "Odeio passar vontade". Gente, eu sou assim também! Rsrs...
Maria não foi "boa moça", não foi santinha, beijou quem queria, se apaixounou, se entregou, se humilhou, se distraiu, se envolveu de novo. Ela foi HUMANA, foi MULHER e fez o que a maioria tem vontade de fazer mas não tem coragem. Só que pela primeira vez uma mulher que age assim não recebeu de volta o julgamento preconteituoso e machista da sociedade! Falar de BBB pode parecer fútil, mas na verdade não é tanto assim. A vitória de Maria representa uma vitória na quebra de tabus, de que mulher tem que ser santinha o tempo todo, não pode ter atitude. Temos que nos valorizar? É claro que sim, mas é a velha história: quem nunca errou que atire a primeira pedra... Maria saiu ilesa ao apedrejamento e de quebra, um milhão e meio mais rica! Sem falar do novo namorado fofo... Troco mais que bem dado no tonto do Mau Mau! LoL

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. hehehehe
    apesar de bbb ser cultura inútil
    eu adoro saber como é o comportamento de cada um em um confinamento que você não conhece ninguém e tem que respeitar as diferenças presentes

    Asssino bbb desde de 2006 e é sempre bom, maria realmente foi autentica, dava uma raiva vendo ela correr atras do maumau (o trem feio rsrs)
    E concordo com vc que muitas de nós temos vontade de fazer tudo q a maria fez, mas falta coragem
    E acredite coragem nunca foi meu forte

    E o wesley é o homem que toda mulher pediu a deus....hehehe

    amei seu texto e adorei saber que eu não sou a unica desse planeta a gostar de um programa assim

    beijos moça

    ResponderExcluir
  3. Rsrs...
    Com certeza não somos as únicas...
    Todo mundo fala: você assiste Big Brother???
    Mas aí você vai conversando, a pessoa acaba mostrando que também assiste, mas diz que só vê de vez em quando... rsrs
    É natural dos er humano essa curiosidade pelo que os outros fazem, como reagem a certas situações, enfim...
    Tem coisas muito mais inúteis que as pessoas consideram importante...

    ResponderExcluir
  4. Talves tenha sido traído pelos BBB's ruins, sempre fui um crítico desse tipo de programa, tentei assir algumas vezes, até mesmo pra ter uma opinião formada autêntica, mas não deu pra suportar,nem lembro qual foi o bbb que tentei assistir, mas era apenas pessoas tentanto fazer algum papel, de preferência exibicionista, até ai tudo bem, o problema era que eram horríveis suas apresentações.

    ResponderExcluir

O que está passando na sua cabeça nesse exato momento? Registre aí! ;)